Vila Galé e Governo de Minas Gerais oficializam criação de hotel Collection em Ouro Preto

MINAS GERAIS – A Vila Galé Hotéis e o Governo de Minas Gerais oficializaram na última quinta-feira (18) a abertura de um hotel em Ouro Preto, Minas Gerais. O primeiro empreendimento da rede no Estado mineiro será localizado no antigo colégio Dom Bosco, no distrito de Cachoeira do Campo, o mais populoso do município. O investimento será de R$ 80 milhões, gerando 120 empregos permanentes diretos e 600 postos de trabalho indiretos.

A cerimônia oficial contou com a presença do presidente e fundador da Vila Galé, Jorge Rebelo de Almeida, do Governo de Minas Gerais, dos representantes Salesianos, Deivisson Costa e Padre Moacir Scari, do Prefeito de Ouro Preto, Ângelo Oswaldo, entre outros importantes convidados.

“Estamos muito contentes de ter nosso primeiro hotel nesse Estado tão rico de cultura e história. Vamos fazer o que mais me dá prazer: a conversão de patrimônios históricos, será um resort de campo com muita oferta gastronômica e de recreação, sobretudo para famílias com crianças”, afirma Jorge Rebelo de Almeida. 

O colégio Dom Bosco é um prédio histórico tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG). A edificação será restaurada e fará parte da linha Collection, composta por hotéis boutique, que dão ênfase à exclusividade, à cultura e à arte.

O novo hotel fica integrado numa gigantesca área de 195 hectares onde serão construídas áreas experimentais de vinhas e olivais, trilhas ecológicas com cascatas, etc.

Para o secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, a vinda da Vila Galé a Ouro Preto vai beneficiar não apenas os moradores da cidade, mas toda a população mineira. “Um empreendimento deste porte, com a segunda principal rede de hotéis de Portugal, vai projetar ainda mais Minas Gerais no país e internacionalmente. A chegada da Vila Galé é extremamente importante para o Estado, porquê tende a movimentar a economia da criatividade e toda a rede do turismo que ela sustenta, gerando emprego e renda em todo o território”, declara Leônidas.

Estrutura
O empreendimento contará com 182 quartos na primeira etapa e mais 46 na segunda etapa, dois restaurantes, dois bares, sete salas de convenções, um auditório, capela, biblioteca, sala de jogos, Spa Satsanga com piscina interior aquecida, Clube Infantil NEP com parque aquático, entre outros atrativos. 

Os hotéis da Vila Galé são temáticos e atrelados a cultura e arte. Esta unidade, em especial, abrigará um Memorial do Colégio Dom Bosco e um Memorial da Polícia Militar, que estavam instaladas neste prédio e anteriormente ao Colégio Dom Bosco.

A obra de restauro e ampliação devem iniciar no último trimestre deste ano. A inauguração está prevista para 30 de dezembro de 2024.

Preservação de Patrimônio 

 A ponte entre os Salesianos e a Vila Galé foi pensada pela Invest Minas porque, de um lado, o Colégio Dom Bosco era um patrimônio sem utilização com potencial para se transformar em equipamento turístico. De outro, a Vila Galé possui ampla expertise no Dos 41 hotéis da rede, oito estão em prédios históricos que foram recuperados: Vila Galé Collection Braga, Vila Galé Collection Palácio dos Arcos, Vila Galé Collection Elvas, Vila Galé Collection Alter Real, Vila Galé Albacora, Vila Galé Rio de Janeiro, Vila Galé Collection S. Miguel, Vila Galé Collection Tomar. 

Esse número deve chegar a 10 hotéis com o Vila Galé Collection Sunset Cumbuco, que possui previsão de inauguração no final de 2024, e o Vila Galé Collection Ouro Preto.

 

 

 

(Da Redação com informações da Assessoria)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos