Vem pra Roda! Reflexões Sobre o Despertar para Economia da Cultura e Indústrias Criativas no Maranhão

O segmento cultural está sendo convidado para participar da roda de conversa “Reflexões Sobre o Despertar para Economia da Cultura e Indústrias Criativas no Maranhão”, que vai acontecer na próxima quinta-feira (27), às 18h30, no prédio do IESTI – Instituto de Estudos Sociais e Terapias Integrativas, Rua da Palma, 322, Centro Histórico.

Os jornalistas Pedro Sobrinho, Vanessa Serra e Samartony Martins estiveram em São Paulo, participando da coletiva promovida pelo Observatório Itaú Cultural que divulgou os dados do PIB da Economia da Cultura e Indústrias Criativas no Brasil. Eles se dispõem a dialogar com a classe artística e produtores sobre a referida iniciativa. São convidados especiais para o debate: o economista e relações públicas Éden Jr. e o poeta e compositor Joãozinho Ribeiro.
Após a roda de conversa, a programação continua com uma horinha de “confra” com discotecagem do DJ Pedro Sobrinho.
A iniciativa partiu de um convite feito pelos produtores culturais Aziz Junior e Cassia Melo, em razão da preocupação com o momento vivido pela cultura no Brasil e, especialmente, no Maranhão. Dessa forma, planeja-se encontros contínuos na sede do IESTI, já que temos todos os produtos culturais para transformar o Estado em uma potência nacional! A classe artística e cultural do Maranhão necessita de um ponto de encontro para informações, debates e conversas perenes sobre este cenário estatual.

Economia da Cultura e das Indústrias Criativas (ECIC) do Brasil – O setor movimentou no ano de 2020 o montante de R$ 230,14 bilhões, o que equivale a 3,11% do Produto Interno Bruto (PIB) do país durante o período. O dado foi divulgado na última segunda-feira, 10, pelo Observatório Itaú Cultural, durante uma entrevista coletiva que reuniu profissionais da imprensa brasileira na sede do Itaú Cultural em São Paulo (SP).

O levantamento do impacto do setor foi possível a partir de uma nova metodologia desenvolvida pelo Observatório que mensurou os números com base em microdados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O estudo servirá como base para que gestores e empreendedores culturais possam investir no setor que gerou mais de 7 milhões de empregos no país nos últimos anos, e continua numa crescente econômica de desenvolvimento.

Serviço:

Quinta-feira, 27 de abril , às 18h30, no prédio do IESTI – Instituto de Estudos Sociais e Terapias Integrativas, na rua da Palma, 322, Centro.

Entrada franca.

 

 

 

(Da redação com informações da Assessoria)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos