Turíbio Santos é o grande homenageado do MUCIH em São Luís

São Luís do Maranhão é contemplada com o circuito “Música nas Cidades Históricas – MUCIH” e vai receber nomes consagrados da cena instrumental brasileira que revitalizam esse imenso patrimônio imaterial brasileiro, resgatando a fonte da sonoridade colonial, imperial até chegar ao presente contemporâneo.  O projeto acontece com o patrocínio do Instituto Cultural Vale, por meio da lei federal de incentivo à cultura.

“Música nas Cidades Históricas – MUCIH” vai acontecer nos próximos dias 20 a 23 de abril, em diversos espaços da capital que comungam da estética que se propõe o projeto, ofertando ao público uma viagem lúdica e mágica pelo tempo. A programação é totalmente gratuita e contará, entre as atrações, com o músico maranhense, aclamado por todo o mundo, Turíbio Santos. Serão dez atrações em quatro dias de festival ocupando o Teatro Arthur Azevedo, Museu Histórico e Artístico de São Luís, Teatro João do Vale,  Convento das Mercês, Casa do Tambor de Crioula e a Catedral da Sé. O MUCIH é idealizado pelo produtor Leonardo Conde, da Duo Produções, e tem o patrocínio do Instituto Cultural Vale e realização do Ministério da Cultura, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura. O projeto já passou pelas cidades históricas de Ouro Preto (MG), Mariana (MG), Petrópolis (RJ), Tiradentes (MG),Paraty (RJ) e agora chega a São Luís (MA). 

Para mais informações, é só acessar o site: www.mucih.com.br, e ficar por dentro de toda a programação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista.
Bacharel em Comunicação Social- Jornalismo com pós-graduação em Jornalismo Cultural na UFMA.

Criadora de conteúdo, roteirista, DJ, colecionadora de discos, produtora artística e fonográfica. Ludovicense, filha de rosarienses. Morou na Cohab, Fé em Deus, Liberdade em São Luís, passou três anos em Codó, e voltou para a capital residindo na Rua Basson (Apeadouro – Bairro de Fátima) e Cohatrac IV. Foi aluna do Colégio Batista.

Gosta de cozinhar. Sempre foi (e pretende continuar sendo) apreciadora da culinária a base de frutos do mar, dos modos e costumes nordestinos; brincante da Cultura Popular e uma assídua frequentadora das mais diversas regiões da Ilha de São Luís e do Maranhão. É autora dos projetos de difusão musical “Vinil & Poesia” e “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos