Projeto cultural História em Movimento homenageia os 410 anos de São Luís com exposição histórica e fotográfica nos terminais de ônibus

Rua do Giz: uma das mais bonitas do Centro Histórico de São Luís

Com objetivo de celebrar os 410 anos de São Luís, e como um presente histórico e cultural para população usuária de transporte público, terá início no dia 28 de agosto o projeto “História em Movimento – Exposição Histórica e Fotográfica nos Terminais de Ônibus, que ficará em cartaz até 02 de outubro. O projeto consiste em uma exposição fotográfica itinerante semanal nos terminais de integração da cidade com diversos temas que compõem o dia a dia da cidade e seus moradores, como bairros, futebol ruas, cultura, religiosidade, patrimônio histórico, transportes e natureza.

A programação do História em Movimento será durante todo o mês de setembro, e começará pelo Terminal da Cohama de 28 de agosto até 04 de setembro. Logo em seguida, o Terminal Praia Grande receberá do dia 04 a 11 de setembro. O terminal da Cohab será entre os dias 11 e 18 de setembro. Já o Terminal Industrial terá a exposição de 18 a 25 de setembro. Por fim, o Terminal do São Cristóvão terá a exposição de 25 de setembro a 02 de outubro finalizando a exposição.

O projeto é uma criação de Cassia Melo, da Oito Projetos Criativos, e terá como curadoria e coordenação gráfica e técnica, os fotógrafos Meireles Junior e Edgar Rocha.  Edgar Rocha será homenageado pelo trabalho realizado ao longo dos 40 anos fotografando a vida de São Luís. A exposição é viabilizada pela Lei  Estadual de Incentivo à Cultura, patrocinado pelo Governo do Estado do Maranhão e pelo Grupo Audiolar.

O fotógrafo Edgar Rocha , curador da Mostra e homenageado pelo projeto

A CEO do Grupo Audiolar, Rhanna Carvalho, patrocinadora do projeto, destaca a importância da iniciativa como forma de manter viva a intensa história da capital maranhense. “Nós patrocinamos esse projeto para que as pessoas conheçam e vivam, cada vez mais, o ligar onde moramos. Para que este resgate e inspiração as façam sonhar e realizar seus sonhos. Sonhemos com uma cidade forte, justa e cheia de oportunidades”, destacou a CEO do Grupo Audiolar, Rhanna Carvalho.

O fotógrafo Meireles Jr, um dos curadores da Mostra

A exposição será monitorada por estudantes do curso de História para auxiliar o público com informações sobre as fotos expostas e contar mais sobre os fatos históricos da cidade. O propósito de contar a história de São Luís para a população será uma forma de homenagear a capital maranhense pelo eu aniversário, além de contribuir com o conhecimento sobre a cidade e valorização da cultura local. Além disso, para que o público leve para casa as histórias contadas, será disponibilizado um catálogo digital da exposição que poderá ser baixado por meio de um QR Code disponível nos painéis da Exposição.

Cassia Melo, idealizadora do projeto histórico cultural sobre São Luís

A idealizadora do projeto, Cássia Melo, destaca a importância de levar a cultura da cidade por meio dos terminais de ônibus. “O projeto foi pensado para levarmos a nossa história para nossa população. Dessa forma, continuamos com o ideal que os terminais de ônibus podem ser grandes espaços de difusão cultural e educacional para a população carente, e trabalhadora de São Luís”, ressaltou.

Sobre o Homenageado Edgar Rocha

Fotógrafo radicado no Maranhão, Edgar Rocha elegeu a vida na ilha de São Luís como destino há mais de 40 anos. Registrando de maneira incansável a rotina deste lugar, tem se dedicado a compor, de forma magistral, aspectos da sua cultura local, assim como da paisagem material. Festas populares, embarcações tradicionais e imagens do centro histórico estão entre os seus temas preferidos. Além das imagens feitas por ele, Edgar tem se mostrado um guardião da memória fotográfica relacionada ao Maranhão. Ao longo dos anos, foi agregando um acervo raro de fotografias feitas nos séculos XIX e durante o século XX. Esta exposição está sendo realizada com a maioria de fotos do seu acervo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos