Primeiro concurso de Toadas de Bumba Boi dos sotaques da Baixada e Costa de Mão é realizado no Maranhão

O 1° Concurso de Toadas de Bumba meu boi dos sotaques da Baixada e Costa de Mão acontece neste sábado (2), no Convento das Mercês em São Luís. O projeto, organizado pela Central de Bumba meu boi de Sotaques da Baixada e Costa de Mão, será realizado com o apoio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), a Secretaria de Estado da Cultura (SECMA) e pretende dar maior visibilidade aos mestres, cantadoras e cantadores de Bumba meu boi desses sotaques, além de promover o Complexo Cultural do Bumba meu boi, uma caracterização forte da cultura maranhense.

A edição de estreia do concurso está sendo realizada em duas etapas. A primeira etapa de caráter eliminatório aconteceu de forma remota com as inscrições dos candidatos, análise e avaliação das toadas gravadas. Os candidatos inscritos enviaram uma toada gravada sem base (acompanhamento de instrumentos) e que resultou em 15 candidatos classificados. Na etapa final, marcada para o próximo dia 2, cada candidato se apresentará com a toada que o classificou.

De acordo com o presidente da Central de Bumba meu boi de Sotaques da Baixada e Costa de Mão, João Batista Gonçalves Fonseca, o evento visa fortalecer o vínculo da Central com seus associados e estabelecer um calendário de comemoração do título de patrimônio estadual alusivo ao Bumba meu boi da Baixada e de Costa de Mão. “Vamos guarnicê com nossos mestres, cantadores e cantadoras para celebrar esse e outros títulos da nossa manifestação”, disse.

Para o Superintendente do Iphan-MA, Maurício de Abreu Itapary, o concurso faz parte das ações de salvaguarda desenvolvidas pelas comunidades praticantes do Complexo Cultural do Bumba meu boi, em conjunto com o IPHAN e entidades parceiras. “Essas ações reforçam e buscam fortalecer a autonomia dos grupos, além de promover mais ações de educação patrimonial e destacar ainda mais a valorização desse importante bem cultural”, pontuou.

Os Bois de Costa de Mão são originários da região do Litoral Ocidental Maranhense, tendo como berço o município de Cururupu, conhecidos pelo ritmo cadente, riqueza do bordado de sua indumentária e pela especificidade do toque do pandeiro percutido com o dorso da mão.

SERVIÇO:
O quê? 1° Concurso de Toadas de Bumba meu boi dos Sotaques da Baixada e de Costa de Mão
Quando? 2 de outubro (sábado), às 18h
Onde? Convento das Mercês

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos