Jornais centenários do Brasil e Portugal em exposição nas Mercês

Berta Nunes, Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, que participou da solenidade de inauguração da mostra em São Luís.

Uma verdadeira viagem no tempo e na história! É isso que os maranhenses podem conferir, no Salão “Casa de Portugal” no segundo andar do Convento das Mercês, situado à R. da Palma, N. 502 no Centro de São Luís.

Trata-se da exposição “Jornais Centenários do Brasil e Portugal: Um Legado Cultural”; que reúne dois séculos de história, em uma viagem emocionante contada nas páginas dos jornais desses dois países.

O evento é uma promoção conjunta das seguintes entidades: Associação Portuguesa de Imprensa; Associação de Imprensa de Pernambuco; Vice-Consulado de Portugal em Belém; Camões Portugal / Instituto da Cooperação e da Língua; Consulado Honorário de Portugal em São Luís e da Sociedade Humanitária 1º de Dezembro; com apoio do Conselho da Comunidade Luso Brasileira do Maranhão.

A abertura da mostra aconteceu no último sábado, 16, com presenças das autoridades portuguesas que vieram a São Luís prestigiar o evento: Berta Nunes, Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas; Luís Faro Ramos, Embaixador de Portugal no Brasil; Maria Fernanda Pinheiro – Vice – Cônsul de Portugal em Belém. O Cônsul Honorário de Portugal no Maranhão Abraão Valinhas Jr. recebeu a comitiva localmente.

Além de aspectos gráficos dos periódicos selecionados, a exposição é um resgate histórico, já que a imprensa oficial é testemunha de crises, guerras, descobertas, inovações e outras questões relevantes da vida em Portugal e no Brasil ao longo dos anos.

Vale ressaltar que a primeira exposição foi dedicada exclusivamente aos jornais portugueses e aconteceu na cidade de Aveiro em 2018, promovida pela Associação Portuguesa de Imprensa.  Em 2019, a Associação da Imprensa de Pernambuco, que mantém cooperação com a congênere de Portugal, trouxe para o Brasil essa exposição, ampliando-a com a inserção de jornais brasileiros, e realizando na Fundação Joaquim Nabuco no Recife, a primeira exposição luso-brasileira dos Jornais Centenários.

Agora, essa mostra chega a São Luís incluindo mais um periódico, o jornal maranhense O Imparcial. Detalhe: Um dos critérios para integrar essa exposição é que o jornal continue na plataforma impressa, além de versões digitais.

Ao trazer a mostra para o Maranhão, no histórico Convento das Mercês, a Embaixada de Portugal, através do Instituto Camões em Brasília, apresenta um dos mais expressivos eventos culturais dos dois países. Para o presidente da imprensa de Pernambuco, Múcio Aguiar, a exposição “Jornais Centenários do Brasil e Portugal” apresenta a importância do jornalismo no registro dos principais acontecimentos, a exemplo da Carta de Pero Vaz cujo teor é a notícia do descobrimento do Brasil, ou ainda, o fim da escravidão, que foi conhecida após sua publicação nos jornais.

Berta Nunes, Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, afirma que “o Convento das Mercês é o lugar ideal para receber a exposição, local de história e memória, espaço privilegiado de diálogo luso-brasileiro” declara ela.

O evento é aberto ao público e gratuito. A mostra poderá ser visitada no período até o dia 19 de novembro, sempre de segunda à sexta, das 8h às 17h no mesmo local, Salão “Casa de Portugal”, no Convento das Mercês.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos