Itaú Cultural abre inscrições para visita virtual à exposição Além das ruas: histórias do graffiti

Interessados de qualquer lugar do país podem garantir sua participação neste passeio que acontece ao vivo em 27 de junho, dentro do projeto Encontro de professores – virtual realizado por mediadores da instituição para educadores e público em geral. O visitante também tem acesso à versão digital da publicação feita para a exposição, que abre caminhos para entender a trajetória dessa arte no país.

O Itaú Cultural abriu inscrições, na última sexta-feira, 19, para a visita virtual à mostra Além das ruas: histórias do graffiti, recém-inaugurada em sua sede, em São Paulo. Conduzido pela equipe do Núcleo de Formação do IC, o visitante faz um passeio entre as 77 obras que integram a exposição, assinadas por 52 artistas expoentes da street art e do grafite de dentro e fora do Brasil, de diferentes técnicas, gêneros e gerações. A atividade é gratuita e a inscrição deve ser feita pela plataforma INTI, com acesso direto pelo site do Itaú Cultural, no link https://bit.ly/3pQ40bR.

Nesta edição, que tem como título Arte na Cidade, o encontro busca provocar reflexões sobre o papel da cidade nas manifestações do grafite e do pixo. Para tanto, partem do panorama histórico que estão na exposição, que tem curadoria do artista Binho Ribeiro, abordando a origem e difusão dessas artes, tendo como ênfase sua cultura nas cidades de Nova York e São Paulo – considerada por muitos a Capital Mundial do Grafite.

O público também passeia virtualmente entre algumas das 17 pinturas feitas diretamente no Itaú Cultural, por artistas convidados. Entre eles, o norte-americano T-Kid – uma lenda viva e pilar da cultura do grafite –, o mexicano Farid Rueda (MEX), o espanhol Saturno e os brasileiros Odé Frasão, Gnos, Dninja Bichocoisa, Cranio, Tio Trampo, André Gonzaga Dalata, Tinho, Katia Suzue, Acme, Kueio, Fábio Does e Chivitz.

A ação da visita virtual integra o projeto Encontro de professores – virtual, realizado por mediadores do Itaú Cultural, voltado tanto para educadores, quanto para o público em geral. O objetivo é provocar reflexões, oferecer conteúdos diversos aos participantes e auxiliar na preparação da abordagem nas salas de aula sobre os temas, obras, artistas e homenageados das exposições que estão em cartaz no IC.

História

Outra importante fonte de conteúdo que pode ser acessada também virtualmente é a publicação feita para a exposição, disponível no Issu do Itaú Cultural https://issuu.com/itaucultural. Recheada de fotos e registros de momentos marcantes para a história do grafite, ela reúne material importante para quem quer saber mais sobre essa arte no Brasil e no mundo.

Além de uma linha do tempo que pontua essa trajetória e de indicações de livros sobre o tema – também presentes na mostra –, a versão digital da revista traz uma entrevista do curador Binho Ribeiro sobre sua vida pessoal e profissional, entrelaçadas pela arte do grafite. Artigo da grafiteira Katia Suzue trata da presença feminina neste universo. Para além das fronteiras, tem entrevista de T-Kid sobre seu trabalho e o início desse movimento cultural junto ao hip-hop e de sua internacionalização.

SERVIÇO:

Visita virtual à mostra Além das ruas: histórias de graffitti

(dentro da programação Encontro de professores)

Dia 27 de junho de 2023 (terça-feira), às 19h

Inscrições:

A partir do dia 19 de maio (sexta-feira), às 9h (até esgotarem as vagas)

Pelo link: https://bit.ly/3pQ40bR

Capacidade: 100 pessoas

Exposição Além das ruas: histórias de graffitti

Até dia 30 de julho.

No Itaú Cultural, em São Paulo

Concepção e realização: Itaú Cultural. ‍

Curadoria: Binho Ribeiro

‍Visitação: terça-feira a sábado, das 11h às 20h. Domingos e feriados das 11h às 19h.

Entrada gratuita.

 

 

 

 

(Da redação com informações da Assessoria)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista.
Bacharel em Comunicação Social- Jornalismo com pós-graduação em Jornalismo Cultural na UFMA.

Criadora de conteúdo, roteirista, DJ, colecionadora de discos, produtora artística e fonográfica. Ludovicense, filha de rosarienses. Morou na Cohab, Fé em Deus, Liberdade em São Luís, passou três anos em Codó, e voltou para a capital residindo na Rua Basson (Apeadouro – Bairro de Fátima) e Cohatrac IV. Foi aluna do Colégio Batista.

Gosta de cozinhar. Sempre foi (e pretende continuar sendo) apreciadora da culinária a base de frutos do mar, dos modos e costumes nordestinos; brincante da Cultura Popular e uma assídua frequentadora das mais diversas regiões da Ilha de São Luís e do Maranhão. É autora dos projetos de difusão musical “Vinil & Poesia” e “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos