Filme maranhense, Casa de Bonecas, é selecionado no Festival de Cinema de Gramado

É a primeira vez que um filme LGBTQIAPN+ maranhense concorre no festival

O curta-metragem maranhense “Casa de Bonecas” foi selecionado para a competitiva brasileira da 51ª edição do Festival de Cinema de Gramado, que acontecerá em agosto. O filme teve sua estreia em janeiro de 2023 no Festival Internacional de Rotterdam, um dos maiores festivais de cinema do mundo e um dos cinco maiores festivais da Europa ao lado de festivais como Cannes, Berlim e Locarno.

Dirigido e produzido por alunos egressos da Escola de Cinema do Maranhão, Casa de Bonecas tem direção do cineasta George Pedrosa, produção executiva de Josh Baconi, produção de Gabriel Marques e Sâmia Oliveira. No elenco, Luty Barteix como protagonista.

O projeto foi realizado com recursos da Lei Aldir Blanc e já foi selecionado para mais de 10 festivais de cinema nacionais e internacionais, entre eles o norte-americano Fantasia, Lago Film Fest na Itália, Rio LGBTQIA+, Goiânia Mostra Curtas e ganhou 5 prêmios no Curta Taquary.

“Essa seleção em Gramado é um presente e ao mesmo tempo uma grande validação para nós que trabalhamos nesse projeto. Ter um filme maranhense que mistura os gêneros terror e a temática LGBTQIAPN+ em um dos festivais de cinema mais antigos do Brasil é a prova que o audiovisual no nosso estado está se expandindo e segue acessando espaços que até alguns anos atrás eram inalcançáveis devido à falta de recursos de produção.” destaca George Pedrosa.

A seleção dos curtas-metragens brasileiros do Festival de Cinema de Gramado foi realizada por Carolina Canguçu, Giordano Gio e Giuliana Maria. Juntos, a comissão avaliou 635 produções. Os selecionados vêm de quase todas as regiões do país, incluindo filmes de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Roraima, Rondônia, Bahia, Maranhão, Rio Grande Do Sul, São Paulo e Espírito Santo.

A 51ª edição do Festival de Cinema de Gramado acontece de 11 a 19 de agosto. Este ano o festival faz um feito inédito: dedica suas homenagens a cinco mulheres de inestimável importância ao audiovisual brasileiro. A produtora Lucy Barreto recebe o Troféu Eduardo Abelin, Ingrid Guimarães, o Troféu Cidade de Gramado. As atrizes Laura Cardoso e Léa Garcia, receberão o Troféu Oscarito, mais antiga homenagem entregue pelo festival, e Alice Braga, que recebe o Troféu Kikito de Cristal.

Serviço:

O quê: Release sobre o filme maranhense Casa de Bonecas no Festival de Cinema de Gramado

Link (Still):

https://drive.google.com/drive/folders/1ZssK9uMkONYg2C_rNQvGeOauKsk9ODgO

 Redes Sociais: @kasaraofilmes

(Da redação com informações da Assessoria)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos