Dr Rafael Nunes propõe criação de um Conselho para esteticistas no Maranhão

O odontólogo e professor Dr. Rafael Nunes reuniu, recentemente, esteticistas para tratar dos desafios da categoria. É cada vez maior o número de pessoas que entram para o mercado da beleza e escolhem o ramo da estética, por isso é tão importante discutir sobre direitos e deveres, para que os profissionais possam aproveitar os efeitos da lei que entrou em vigor em 2018 a fim de contribuir com o avanço do setor.

A Lei n°13.643/2018 foi fundamental para a regulamentação do esteticista/cosmetólogo. Isso incluiu o exercício de profissionais da Esteticista, compreendendo às áreas de Esteticista e Cosmetólogo e o Técnico em Estética. Mas a legislação não é o suficiente. É preciso avançar em vários aspectos para garantir ainda mais segurança jurídica aos esteticistas.

Desta forma, o Dr. Rafael propôs a criação de um conselho para regulamentar e fiscalizar a atividade. O dentista reforçou que hoje a categoria não tem representatividade no Congresso para levar o projeto adiante. Ele ouviu as profissionais, que também relataram a necessidade de estabelecer piso salarial e carga horária. “Neste sentido, a legislação é fraca e precisa ser ampliada”. pontuou Dr. Rafael Nunes.

A saber, Dr. Rafael é pré-candidato a deputado federal. E atenta sobre a necessidade de uma proposta urgente de mudança desta lei que regulamenta a profissão e isso só será possível por meio da união da categoria. Dr. Rafael Nunes se colocou a disposição para ajudar no que for preciso. Outras reuniões com a categoria serão programadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista.
Bacharel em Comunicação Social- Jornalismo com pós-graduação em Jornalismo Cultural na UFMA.

Criadora de conteúdo, roteirista, DJ, colecionadora de discos, produtora artística e fonográfica. Ludovicense, filha de rosarienses. Morou na Cohab, Fé em Deus, Liberdade em São Luís, passou três anos em Codó, e voltou para a capital residindo na Rua Basson (Apeadouro – Bairro de Fátima) e Cohatrac IV. Foi aluna do Colégio Batista.

Gosta de cozinhar. Sempre foi (e pretende continuar sendo) apreciadora da culinária a base de frutos do mar, dos modos e costumes nordestinos; brincante da Cultura Popular e uma assídua frequentadora das mais diversas regiões da Ilha de São Luís e do Maranhão. É autora dos projetos de difusão musical “Vinil & Poesia” e “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos