Começa hoje o Circuito Nacional Música nas Cidades Históricas em São Luís

Começa nesta quinta-feira, 20, o Festival “Música nas Cidades Históricas – MUCIH” em São Luís, o evento ocupa diversos espaços da capital e seguirá programação até o dia 23 de abril. Na abertura, Turíbio Santos fará um concerto no Teatro Arthur Azevedo, às 19h, recebendo a participação especial da pianista Maria Teresa Madeira e do violonista João Pedro Borges.

E na sexta-feira, 21, às 10h30, fará palestra na Escola de Música “Lilah Lisboa” do Maranhão, localizada no Centro Histórico. Turíbio é uma das principais referências do repertório violonístico em geral e da obra de Heitor Villa-Lobos (1887-1959) em particular. A obra de Turíbio Santos é reconhecida desde 1965.

Em 1986 assumiu a direção do Museu Villa-Lobos, permanecendo no cargo até 2010. À frente da instituição liderou as comemorações pelo centenário do compositor em 1987, conseguiu a sede definitiva e digitalizou todo o acervo. Em 1987 fundou a Associação de Amigos do Museu Villa-Lobos/AAMVL.

Turíbio Santos foi condecorado como Chevalier de la Légion D’Honneur pelo Governo Francês, em 1985, e pelo Governo Brasileiro como Oficial da Ordem do Cruzeiro do Sul, em 1989. Foi presidente da Academia Brasileira de Música entre 2010 e 2013. Numa viagem lúdica e mágica pelo tempo, o projeto Música nas Cidades Históricas – MUCIH já passou pelas cidades históricas de Ouro Preto (MG), Mariana (MG), Petrópolis (RJ), Tiradentes (MG),Paraty (RJ) e agora chega a São Luís (MA). O MUCIH é idealizado pelo produtor Leonardo Conde, da Duo Produções, e tem o patrocínio do Instituto Cultural Vale e realização do Ministério da Cultura, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Para mais informações, é só acessar o site: www.mucih.com.br, e ficar por dentro de toda a programação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos