Singles e EP inauguram a celebração de 26 anos de carreira de Zeca Baleiro

Zeca Baleiro programa para maio o início da celebração pelos seus 26 anos de carreira, com o lançamento de uma série de singles inéditos que chegarão semanalmente nas plataformas digitais, e que culminarão com o lançamento de um EP autoral.

O primeiro single será “Vento de Outono”. “Não sou muito de comemorar aniversários e efemérides, mas ano passado fiz 25 anos de carreira discográfica e deu vontade de celebrar com o lançamento de alguns trabalhos guardados, coisas que vem sendo gestadas há algum tempo. Com o temporal da pandemia da covid-19, o aniversário de 25 anos passou a ser de 26”, comenta Baleiro, que teve seu primeiro disco, “Por Onde Andará Stephen Fry?”, lançado em 1997.

Nestes 26 anos, Zeca Baleiro ficou conhecido por sua mistura de ritmos, gêneros e referências musicais diversas, colaborações com artistas distintos e seu envolvimento com outras áreas, como a literatura, o cinema, a dança e o teatro. Em maio também estreia no teatro “Dom Quixote de Lugar Nenhum”, do cineasta e escritor Ruy Guerra, com direção de Jorge Farjalla e música original de Baleiro.

Para o segundo semestre, o cantor e compositor prepara dois álbuns, com produção de Swami Jr. – um autoral de sambas, que vem sendo gravado há 11 anos com a participação de uma nova geração de bambas; e o projeto com Chico César, iniciado com o lançamento dos duplos singles “Lovers + Respira” (2021) e “Verão + Beije-me Antes” (2022).

O pacote comemorativo ainda inclui um talk show/podcast com convidados e “Nomes e Coisas”, livro de pequenas memórias, com relatos de histórias vividas e impressões sobre amigos, parceiros e ídolos, e experiências da “longa estrada da vida”.

 

 

Ouça Zeca Baleiro: https://onerpm.lnk.to/zecabaleiro

 

 

(Da redação com informações da Assessoria)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos