Livro da escritora Lindevania Martins é discutido em Projeto de Pesquisa da UFMA

Foto: Cyrius Fotografia

O Grupo de Pesquisa e Extensão em Mediação  e Práticas de Leitura (GEPPLEM/UFMA) realiza quinta-feira,  dia 28 de setembro, das 19 às 21 horas,  encontro na Associação Maranhense de Escritores Independentes, no São Luís Shopping, com o objetivo de debater o livro “Teresa Decide  Falar”, da escritora maranhense Lindevania Martins, que também é defensora pública, atuando no Núcleo de Defesa da Mulher e População LGBT da Defensoria Pública maranhense.

Sobre os contos, que se inserem na vertente conhecida como realismo fantástico, diz a autora: “Todas as fronteiras são artificiais. E como tudo é muito borrado, muito misturado, precisamos estabelecer divisões para nos sentirmos mais seguros. Nesse sentido, abraçar o fantástico para mim foi uma liberdade imensa porque eu me sentia presa às convenções de uma escrita mais realista, que não ousava transpor certos limites. E a minha ficção se alimenta muita coisa. Da minha rebeldia, dos espaços por onde circulo, dos livros que leio, das minhas crises, alegrias e obsessões. Mas se alimenta especialmente do meu desejo de construir uma vida com significado, que não seja apenas superfície e que não sirva apenas para mim. Há uma dimensão coletiva aí. E penso que dar forma à questões complexas do mundo contemporâneo, dar um corpo fantástico a elas, permite que a retomemos sob perspectivas que facilitam novas associações e descobertas, abrindo espaços para a construção de  sensibilidades que se oponham aos automatismos e fascismos da vida cotidiana”.
A roda de conversa, intitulada “Leituras e Livros Que Moram Dentro de Nós”, contará com a presença de Lindevania Martins e será mediada pelas professoras  Aldenora Rezende e Leoneide Martins. “Teresa Decide  Falar” foi publicado pela Editora CEPE  após vencer o 6o. Concurso Nacional CEPE de Literatura, categoria contos,  e foi lançado na Bienal de São Paulo de 2022.
(DA REDAÇÃO, com informações da Assessoria)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos