Jornalistas Culturais do Maranhão reúnem-se para uma segunda Roda de Conversa

(FOTO: Silvia Estrela)

Nesta quinta-feira, (2/2), às 18h30, acontece a segunda edição da Roda de Conversa de Jornalistas Culturais, às 18h30, no Café Cazumbá – Rua Portugal – Praia Grande. Desta vez o tema central é: “As ondas sonoras do jornalismo cultural independente em tempos de streaming”, e terá como convidado especial Gilberto Mineiro, da Rádio Universidade FM / Teatro João do Vale.

A mediação é dos jornalistas Flávia Regina, Letycia Oliveira e Gustavo Sampaio. Após a roda, haverá discotecagem dos jornalistas e DJ Vanessa Serra e Pedro Sobrinho. Toda a programação é aberta ao público.

É preciso entender que Cultura é sinônimo de resistência, é um ato político, um direito humano e tem função pedagógica, existe a real necessidade de respeito e valorização dos atores desta cadeia produtiva e significativa para a economia maranhense, quiçá, brasileira. Esse encontro é um chamado para um despertar para uma reflexão sobre o Jornalismo Cultural e buscar caminhos que favoreçam o bem-estar coletivo, além de reconhecimento e valorização da categoria.

“Em nossa primeira edição marcamos um gol de placa, com interação de uma plateia concorrida, participativa. E o surgimento de organização para um coletivo com a necessidade de usar todas as mídias existentes, seja oficial, privada ou independente, na prática de um Jornalismo Cultural com responsabilidade, além de levar esta discussão para outros espaços, como por exemplo, para dentro das escolas públicas particulares da região metropolitana de São Luís”, acentua Pedro Sobrinho, um dos agitadores da Roda.

E acrescenta: Parece-me cada vez mais complicado ser jornalista sem apoio de outros jornalistas, sem liberdade editorial, sem ter que simplesmente vender a sua mão de obra (e não poder argumentar) em troca de uma “carreira” num grande veículo de comunicação. Mas é muito mais difícil mudarmos esse quadro se não discutirmos sobre esses problemas do jornalismo cultural, se não existir uma troca de experiências, de impressões entre jornalistas.

O tema: “As ondas sonoras do jornalismo cultural independente em tempos de streaming”, abrange a discussão sobre os conceitos de pauta, crítica, podcast, cobertura de eventos, uso das redes sociais, enfim, toda a busca por relevância na era do streaming.

O convidado especial é o jornalista Gilberto Mineiro, que também irá contar um pouco sobre sua experiência à frente do Cia. da Música atravessando décadas e suas impressões sobre o mercado atual de trabalho.

Como mediadores, Flávia Regina, Letycia Oliveira e Gustavo Sampaio farão a condução do diálogo tendo também a participação fundamental da plateia presente.

 

GUSTAVO SAMPAIO

Gustavo Sampaio é jornalista, radialista e mestrando em Cultura e Sociedade pela UFMA. Atua em São Luís como repórter, revisor, produtor e editor. Já produziu conteúdo para Imirante.com, Rádio Educadora, O Imparcial, Volts, além de atuar como assessor de comunicação no Governo do Maranhão, em órgãos como Procon-MA, UEMA, Imesc, Seinc e Seduc. É editor-chefe do SobreOTatame.com, além de pesquisador musical e louco por animais.

 

LETYCIA OLIVEIRA

Letycia Oliveira é jornalista, começou na televisão como apresentadora do programa “Mais 30 minutos”, na Redetv. Apresentou também o programa “Club Cult”, na TV Guará. Participou ainda como apresentadora de campanhas políticas, fez propagandas publicitárias e hoje trabalha como repórter na Secretaria de Comunicação do governo. É atriz e já participou de espetáculos, tem uma personagem chamada “musa do brega”, com um Instagram próprio, e também  atuando nas redes sociais  do @governoma. Letycia circula no meio cultural da cidade, adora a arte e manifestações culturais. De forma independente no seu outro Instagram, o @letysgomaranhao, faz matérias  e cobre eventos que acontecem na cidade como festivais, exposições entre outros.

 

FLÁVIA REGINA

Flávia Regina Melo é jornalista, com pós-graduação em Gestão da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes (ECA), da USP, integra o coletivo de comunicação popular Agência Tambor, foi fundadora da revista Parla, atualmente é publisher do blog Buliçoso, membro da Teia de Comunicação Popular do Brasil.

 

 

SERVIÇO:

RODA DE CONVERSA ‘NAS ONDAS SONORAS DO JORNALISMO CULTURAL INDEPENDENTE EM TEMPOS DE STREAMING’.

NESTA QUINTA-FEIRA, 02/02, A PARTIR DAS 18H30, NO CAFÉ CAZUMBÁ- RUA PORTUGAL, PRAIA GRANDE.

CONVIDADO ESPECIAL: GILBERTO MINEIRO

MEDIADORES: FLÁVIA REGINA, LETYCIA OLIVEIRA E GUSTAVO SAMPAIO.

PROGRAMAÇÃO GRATUITA, INCLUINDO DISCOTECAGEM E INTERVENÇÕES POÉTICAS.

REALIZAÇÃO E MAIS INFORMAÇÕES: @JORNALISMO_CULTURAL_MA.

 

 

 

(Da Redação com informações da Assessoria)

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos