Itaú Cultural Play nasceu no Dia do Cinema Brasileiro, há dois anos 

(Foto: Nathália Duarte)

Dedicada à produção do cinema e audiovisual produzidos no país, a plataforma cresceu e segue em desenvolvimento. Hoje, tem cerca de 400 títulos no catálogo, oriundos  de todos os estados brasileiros e por onde já passaram 850 produções, entre pré e estreias, mostras temáticas, festivais – com exibição simultânea de recortes de suas programações –, e outras parcerias. Além de ampliar e garantir o acesso dos brasileiros, de ponta a ponta do país, à cinematografia local, a IC Play contribui para a formação de público para esta expressão artística aqui produzida

Em uma celebração à produção cinematográfica no país, a Itaú Cultural Play nasceu, há dois anos, no Dia do Cinema Brasileiro, 19 de junho. A data não é coincidência, já que esta plataforma de streaming é integralmente dedicada à produção local de ficção, documentários, séries documentais e de ficção, animações para crianças e para adultos, produções experimentais, curtas e longas-metragens e conteúdos especiais, como entrevistas e palestras. Ainda, o Itaú Cultural produz e disponibiliza suas criações audiovisuais na plataforma.

Com acesso gratuito em www.itauculturalplay.com.br e dispositivos móveis Android e IOS, o catálogo que, no início, reuniu 135 títulos hoje soma cerca de 400. Sempre com representatividade regional e atenção à diversidade, as produções têm origem nos 26 estados do Brasil e Distrito Federal. Os títulos em cartaz perpassam dos clássicos ao cinema contemporâneo e obras mais recentes e de autoria negra, indígena e LGBTQIAP+ brasileira. A grade também procura manter equilíbrio de gênero de quem está na direção, atrás das câmeras.

No total, nestes dois anos passaram pela Itaú Cultural Play por volta de 850 produções brasileiras. De 16 mostras temáticas exibidas quando foi lançada, até agora, já soma aproximadamente 80. Elas trataram de assuntos diversos correspondendo à política editorial da plataforma, como homenagens especiais a grandes artistas do cinema nacional. Entre eles, as atrizes Dercy Gonçalves e Zezé Motta, os diretores Eduardo Coutinho, Ozualdo Candeias e Ana Maria Magalhães. Outras, tiveram foco na diversidade em mostras como Despertar afrofuturista, que reuniu filmes de diretores negros inspirados no movimento afro-futurista; Quadrinhar, baseada em adaptações de quadrinhos brasileiros para o cinema; Janelas extraordinárias, sobre a relação entre o cinema brasileiro e o fantástico. 

A IC Play promove, regularmente, mostras de filmes de realizadores indígenas, como Um outro olhar: Cineastas indígenas, e tem uma coleção permanente, chamada Filmoteca Indígena, voltada à produção de nossos povos originários.

Ainda, há neste rol coleções permanentes como Todos os gêneros, dedicada à produção LGBTQIAP+ brasileira, e Histórias do cinema brasileiro, destinada a clássicos e obras que marcaram e marcam épocas. Vale apontar, também, conteúdos infantis como Férias Animadas e Cine Curtinhas, dedicadas à exibição de longas e curtas destinados às crianças e aos adultos.

Desde o lançamento da plataforma, a seleção dos filmes vem sendo cuidadosamente organizada pela equipe do Itaú Cultural, somando mostras de parceiros, que apresentam recortes curatoriais de suas próprias produções e programação. 

De lá para cá, passaram pelo seu catálogo 10 festivais, com o intuito claro do Itaú Cultural de ampliar o acesso de todo o país a estes eventos restritos às suas cidades, com filmes exibidos simultaneamente, tornando-se um ponto de referência para a difusão de suas programações em cartaz.

Os próximos destaques, que celebram o segundo aniversário da Itaú Cultural Play, são   o 12º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba e 18ª CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto, em parcerias inéditas, e o 15º In-Edit – Festival Internacional do Documentário Musical, do qual outras edições já foram vistas na plataforma (veja mais informações no release atachado). Mais adiante, entrarão em cartaz produções da programação do Festival Comkids 2023, também em primeira parceria, e o Festival Internacional de Curtas – Curta Kinoforum.

A chegada do Itaú Cultural ao mercado de streaming marcou um longo ciclo de relação da instituição com o mundo do cinema e do audiovisual. A instituição tem atuação histórica, entre outras ações, na distribuição de filmes para escolas públicas, bibliotecas, centros culturais e secretarias de cultura; no apoio à produção audiovisual, por meio, por exemplo, do programa Rumos Itaú Cultural, e própria – no ano passado, inaugurou dois estúdios com este fim. 

Com gerência do Núcleo de Audiovisual e envolvimento de toda a instituição, o projeto da plataforma foi desenvolvido durante dois anos, antes de seu lançamento.  Ela segue em constante evolução e alimentada com novas produções, ajustada de acordo com as demandas dos espectadores.

 

 

(Da redação com informações da Assessoria)

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos