Festa do Divino Espírito Santo em exposição coletiva no Forte Santo Antonio

Nesta quinta-feira, 05, tem abertura da exposição sobre a Festa do Divino Espírito Santo vai revelar, por meio da lente de 5 fotógrafos, expressivos registros de uma celebração secular, plena de significado, de religiosidade, devoção e culto.  A exposição “Olhar Divino” até 5 de junho, no Museu da Imagem e do Som do Maranhão, no Forte Santo Antônio (Avenida Dr. Jackson Kepler Lago, Ponta D’Areia). As visitações podem ser de terça-feira a sábado, das 10h às 18h.

A mostra coletiva reúne os múltiplos olhares dos fotógrafos Charlles Eduardo, David Sousa, Éden Júnior, Marcellus Ribeiro, Zeqroz Neto e da fotógrafa Carolina Santos. Cada profissional exibirá 10 fotografias com sua peculiaridade sobre a festa. Segundo o curador da exposição e idealizador da ação, Cláudio Pinheiro, não houve uma temática a ser seguida sobre o Divino, mas sim, o propósito de reunir, coletivamente o olhar de cada um, a sensibilidade de cada profissional em vários aspectos, sobre o Divino. Os trabalhos com essa abordagem contemplados pela Lei Aldir Blanc também farão parte da exposição.

A mostra é uma das vertentes do projeto chamado “O Divino no Forte”, que tem ainda a ação “Divinos Toques, onde serão feitas abordagens rápidas e curtas sobre a festa, que serão disponibilizados nas redes sociais oficiais do Museu.

 

Serviço

O quê: Exposição fotográfica “Olhar Divino”

Quando: 5 de maio a 5 de junho

Onde: Museu da Imagem e do Som do Maranhão (Forte Santo Antônio)

Entrada gratuita

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista.
Bacharel em Comunicação Social- Jornalismo com pós-graduação em Jornalismo Cultural na UFMA.

Criadora de conteúdo, roteirista, DJ, colecionadora de discos, produtora artística e fonográfica. Ludovicense, filha de rosarienses. Morou na Cohab, Fé em Deus, Liberdade em São Luís, passou três anos em Codó, e voltou para a capital residindo na Rua Basson (Apeadouro – Bairro de Fátima) e Cohatrac IV. Foi aluna do Colégio Batista.

Gosta de cozinhar. Sempre foi (e pretende continuar sendo) apreciadora da culinária a base de frutos do mar, dos modos e costumes nordestinos; brincante da Cultura Popular e uma assídua frequentadora das mais diversas regiões da Ilha de São Luís e do Maranhão. É autora dos projetos de difusão musical “Vinil & Poesia” e “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos