Consumo de vinho cresce no Maranhão.

Enófilo, Almistron Marinho faz palestra na UFMA e fala sobre o mercado local de vinhos.

O Brasil se destaca, entre os mercados com maior crescimento no consumo de vinhos em todo o planeta. Segundo pesquisa realizada pela consultoria International Wine & Spirit Research (IWSR), o consumo nacional de vinhos cresceu 28% em 2020. A média nacional saltou para 2,8 litros por brasileiro.

Em recente palestra concedida na UFMA, o enófilo (pessoa apreciadora de vinhos), Almistron Marinho, que comanda um dos mais conceituados bistrôs do Maranhão, a AmoVinho, a pandemia foi responsável por inúmeras mudanças nos hábitos de consumo, entre eles, a saudável degustação de vinhos e bebidas finas.

“Com o distanciamento social e confinamento em casa, as pessoas buscavam opções de entretenimento, lazer, conversa em família, e o vinho acabou se inserindo nesse contexto. O público passou a consumir mais vinho, que passou a ser inserido, no almoço em família, jantar em pequenos grupos, e ocasiões mais comuns. Antes da pandemia, o consumo do vinho era mais apreciado, em momentos especiais, e isso mudou”, explicou Almistron.

Com mais de 600 rótulos de diferentes nacionalidades, a AmoVinho se destaca, por ser a primeira empresa maranhense de vinhos, com registro no INPI e conta, com marca própria e exclusiva.

A AmoVinho fica localizada na Avenida da Paz, no Parque Shalon e o local dispõe de salão de eventos para até 100 pessoas, sala de reunião, espaços agradáveis e pratos da culinária regional e nacional, com padrão internacional, que podem ser harmonizados com excelentes vinhos.

Durante a palestra, que aconteceu no Prédio da Antiga Fábrica Santa Amélia, onde fica as coordenações e salas dos cursos de Hotelaria e Turismo – UFMA, no centro de São Luis, o empresário, Almistron Marinho apresentou sua marca, seus rótulos exclusivos e apontou conquistas antes inimagináveis, em um estado, que desponta no consumo de cerveja.

“Novos rótulos podem chegar em breve ao Maranhão com uma das marcas da AmoVinho, por exemplo, vamos trazer vinhos de alguns dos mais renomados produtores do Chile e Portugal, para serem apreciados e consumidos no estado. A resposta dos nossos clientes, tem sido excelente. Vinhos com a nossa identidade visual, a nossa cara e produzidos pelas mais renomadas vinícolas do Brasil”, finaliza Almistron Marinho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos