Campanha é mobilizada em prol de Mestre Abel Teixeira em meio à denúncia de precariedade no funcionamento da Santa Casa de Misericórdia

Uma campanha é mobilizada pelo fotógrafo Márcio Vasconcelos com a intenção de angariar recursos para custear as despesas no tratamento de saúde do Mestre Abel Teixeira, que vem enfrentando complicações em virtude de diabetes e hipertensão. 

Neste domingo, 11, no meio da eclosão de notícias em torno de nossas manifestações folclóricas inseridas nas programações oficiais do período junino, a lamentável situação vivida agora por Mestre Abel foi denunciada através das redes sociais. A fotógrafa, pesquisadora e artista plástica carioca Maria Mazzillo, deparou-se com as condições precárias do funcionamento da Santa Casa de Misericórdia do Maranhão, situada na Rua do Norte – Centro; unidade hospitalar vinculada à gestão municipal, onde Mestre Abel Teixeira encontra-se internado. E indignada com a situação, após uma visita, postou os registros fotográficos que fizera e disparou: “Desrespeito e desumanidade no hospital público Santa Casa, da Prefeitura de São Luís. O belo prédio histórico apresenta inúmeras irregularidades insalubres, e péssima comunicação com os pacientes, familiares e acompanhantes. Informações erradas são passadas aos familiares que tentam acompanhar o estado de saúde de um parente. Muitos pacientes diabéticos sofrem amputação de membros devido a demora para serem atendidos e à falta de estrutura dos centros médicos”. 

 

A campanha foi criada pelo fotógrafo Márcio Vasconcelos, que, assim como Maria Mazzillo, sempre está presente na rede de apoio ao Mestre Abel; uma ação em caráter de urgência, enquanto a opinião pública faz pressão sobre as medidas cabíveis aos órgãos competentes. 

Natural do povoado de Santo Inácio, no município de Viana (MA), Abel Teixeira nasceu em 19 de novembro de 1939, e desde criança é brincante de bumba-meu-boi. Ele é casado com Dona Meire, também detentora da arte da confecção das caretas do Cazumba.

O artesão Abel Teixeira foi reconhecido como Mestre de Cultura, em 2009, pelo Ministério da Cultura. Ele é autor de um estilo inconfundível na confecção das Caretas, que compõem a indumentária do personagem Cazumba, presente no bumba-meu-boi de sotaque da baixada. Mestre Abel, brincante do Boi da Floresta, tem peças nos acervos de vários museus no Brasil como: Museu do Homem do Nordeste (PE), Museu do Folclore Edison Carneiro (RJ), Museu Casa do Pontal (RJ), Museu Afro-Brasileiro (SP). As Caretas de Mestre Abel também estão presentes no Museu da Máscara de Bragança, em Portugal. 

Para colaborar com a Campanha em Prol da Saúde de Mestre Abel Teixeira, qualquer valor poderá ser depositado via PIX, CPF: 12824372320 (Márcio Vasconcelos), com a identificação Mestre Abel. 

 

 

 

 

 

(Da Redação)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos